Visualização de conteúdo web Visualização de conteúdo web

O Campo

A História do Oporto Golf Club é uma das mais longas e interessantes do Golfe Mundial. Sendo considerado um dos mais antigos Campos da Europa Continental
o Oporto Niblicks nasceu em 1890 pelas mãos de um grupo de jogadores Britânicos envolvidos no negócio do Vinho do Porto que criaram um improvisado «Links» de nove buracos. O campo original foi denominado St. Skeff Links em homenagem ao primeiro Presidente e era constituído principalmente por areia , alguma relva autóctone e greens, tendo um par de 43.

Mr. Skeffington, personalidade muito conceituada entre a comunidade Inglesa no Porto e primeiro Presidente do Clube, deu nome aquela que é a actualmente a mais antiga competição jogada ininterruptamente da história da modalidade.

Em 1900 foi desenhado um novo «Links» com 9 buracos que acabou por ser construído um pouco mais a Sul do campo original. No mesmo ano foi construída a primeira «Club House» e o nome alterado para Oporto Golf Club.

Passados 20 anos foram projectados mais nove buracos e em 1934 foi inaugurado o percurso completo de 18 buracos com características de «Links» e par 73.

Ao longo dos anos o campo foi tendo notáveis alterações, sendo de realçar as grandes melhorias feitas em 1955 com beneficiações nos Fairways e construção de 2 novos greens, um dos quais sob o desenho e preparação do célebre Arquitecto Mackenzie Ross. O buraco 1, dividido por uma estrada e pela linha de caminhos de ferro que liga Porto e Lisboa, foi também modificado em 1964 num trabalho de alteração acompanhado pelo também célebre Arquitecto Frank Pennink. As visitas destes dois grandes arquitectos devem-se ao interesse que o campo do Oporto lhes despertou aquando da construção do Golfe de Vidago e do Golfe de Vilamoura (Old Course).

Em 1978 foi então concebido um novo «Lay Out» com uma grande alteração dos percursos, construção de um «Driving Range» e uma nova «Club House», tendo-se conseguido eliminar algumas das travessias de estrada que perturbavam o normal desenrolar do jogo.

Desde então tem-se vindo a melhorar as condições do campo nos Greens, Fairways, Roughs, mantendo-se as características de um «Links». O actual Par do campo é 71.

Nos últimos anos as diferentes Direcções do Oporto Golf Club têm feito um esforço por atrair novos jogadores apostando particularmente nas camadas mais jovens. Este esforço resultou na inauguração, em 2004, de um percurso de 6 buracos de «Pitch and Putt» destinado principalmente aos jogadores infantis e iniciados, com desenho do Arquitecto Jorge Santana da Silva.

Visualização de conteúdo web Visualização de conteúdo web